quinta-feira, 17 de julho de 2008

Especial Batman - O Cavaleiro das Trevas (parte 8 ): Curiosidades

Hugh Jackman, Ryan Phillippe, Liev Schreiber e Josh Lucas manifestaram interesse em interpretar Harvey Dent. Por coincidência, há 8 anos atrás, Aaron Eckhart foi cotado para ser o Wolverine...

Foi feito um uniforme com mamilos, uma das maiores críticas feitas aos filmes do Joel Schumacher, Batman Eternamente e Batman e Robin. A roupa foi apresentada a Christian Bale como o uniforme verdadeiro, mas ele percebeu no ato que era uma brincadeira, já que já tinha visto alguns desenhos do uniforme real ainda na pré produção. Bale entrou na brincadeira, vestiu a roupa e fez algumas fotos com ela.

É o primeiro filme do personagem que não tem "Batman" no seu título original. No Brasil, o nome foi incorporado...

Quando houveram boatos de que o Pinguim estaria no filme, Bob Hoskins era o preferido dos fãs para o papel. O ator inclusive se manifestou, falando que adoraria interpretar o personagem e trabalhar com Nolan. Mas, o diretor não tinha a intenção de usar o personagem, que segundo ele, um personagem muito difícil de adaptar no universo realista que ele propõe.

Robin Williams, Lachy Hulme, Paul Bettany e Adrien Brody manifestaram interesse em interpretar o Coringa.

Quando perguntado do porquê de ter escolhido Heath Ledger para o papel de Coringa, Nolan disse: "Porque ele é destemido".

Jerry Robinson, creditado como um dos criadores do Coringa, é consultor do filme.

Antes de Maggie Gyllenhaal substituir Katie Holmes no papel de Rachel Dawes, foram cotadas Rachel McAdams e Emily Blunt. Dizem que Blunt até fez teste...

Durante as filmagens em Chicago, o filme era rodado sobre o pseudônimo de Rory's First Kiss, usando o logo RFK nos locais de filmagem. Rory é o nome de um dos filhos do diretor Chistopher Nolan.

Nolan cita o filme "Fogo contra fogo" como uma das influências de TDK.

Os policiais de Chicago também foram utilizados como policiais de Gotham em cenas como figurantes.

Christopher Nolan, Jonathan Nolan e David Goyer, roteiristas do filme, decidiram não explorar a origem do Coringa no filme, e sim abordar o personagem "em absoluto". Nolan chegou a comparar o Coringa com o Tubarão, no filme homônimo.

No dia de Ação de Graças de 2007 o jornal "The Gotham Times" foi distribuído em vários eventos públicos. Haviam manchetes como "Cidade em Guerra-Batman salva família inteira", "Bruce Wayne não pára de dar festas", anúncios do Banco de Gotham, informações sobre o tempo e recrutamento do Departamento de polícia de Gotham. Uma versão online disponibilizava links para os sites das instituições anunciadas no jornal, além de uma versão do Coringa do mesmo, o "The hahaha Times".

O Coringa é baseado nas duas primeiras aparições do personagem, na edição #1 do gibi do Batman e na graphic novel "A Piada Mortal". Para se preparar para o papel, Heath Ledger passou 6 semanas isolado em um hotel em Londres pesquisando e desenvolvendo o personagem. Ele cita como influência o personagem Alex DeLarge, de Laranja Mecânica, e Sid Vicious, baixista do Sex Pistols, morto em 79 por overdose de heroína. Ele escreveu um diário com anotações sobre o que ele imaginava que o personagem gostaria ou não. Uma das coisas que ele cita como engraçadas para o Coringa, é a AIDS. Ledger achou o personagem muito difícil, o que resultou em muitas noites mal dormidas.

Christian Bale e Heath Ledger trabalham pela segunda vez em um mesmo filme. O primeiro foi "Não Estou Lá", cinebiografia do cantor Bob Dylan, onde Bale interpreta um cantor de músicas de protesto que se torna cantor gospel posteriormente e Heath um ator que está rodando um filme sobre a vida do personagem de Bale, em que é o personagem principal.

Antes da confirmação de que Duas Caras estaria em Batman - O Cavaleiro das Trevas, vários vilões foram cotados para aparecer no filme junto com o Coringa. Entre eles, Máscara Negra, Tália Al Ghul (filha de Ra's, que aparece em Begins), Pinguim e Arlequina. Falou-se que Rachel Weisz seria a interpréte da filha de Ra's e Emily Watson, no primeiro momento, a escolha de Nolan no papel da Arlequina.

Com exceção de Katie Holmes, todos que estavam em Begins retornam em Batman - O Cavaleiro das Trevas. A saída de Holmes foi ,oficialmente, devido a conflitos de agenda.

Robin Williams ainda não desistiu de estar em um filme do Batman. Depois de levar uma tapetada de Jack Nicholson no filme de 89 e de negar o papel de Charada em Batman Eternamente por conta do aconteceu 6 anos antes, ele manifestou diversas vezes que tinha vontade de interpretar o Coringa nesse filme. Falou que já havia sido uma experiência maravilhosa trabalhar com o Nolan no filme "Insônia" e que adoraria fazê-lo de novo. Williams ainda se mostrou entendido de hqs do Batman ao dizer que adoraria interpretar algo inspirado na graphic novel "Asilo Arkham", de Grant Morrison.

A primeira declaração de Heath Ledger após ser confirmado como intérprete do Coringa serviu para polarizar ainda mais a opinião das pessoas que não levavam muita fé no seu desempenho. Heath disse que odiava filmes de super heróis e que não conseguiria levar a sério um trabalho onde, por exemplo, teria que vestir cueca por cima da calça. Mas, se redimiu ao dizer que havia adorado o trabalho de Nolan em Batman Begins, já que era completamente diferente de tudo que há nesse gênero.

O Príncipe Palhaço do Crime teve diversos candidatos bizarros ao papel entre oficiais ou não. Falou-se em Johnny Depp, Michael Keaton, Mark Hammil (Luke Skywalker e o dublador do personagem em Batman TAS e Liga da Justiça). Há quem diga que Depp se interessaria pelo personagem se não fosse amigo de Tim Burton, diretor do filme em que Jack Nicholson interpretou o Coringa.

Antes de Heath Ledger, especula-se que Sean Penn foi convidado para o papel de Coringa e Matt Damon para Harvey Dent.

Na reta final para decisão do intérprete de Harvey Dent, três candidatos eram tidos como certos: Eion Bailey que fez teste para o papel de Batman, Jammie Fox e Edward Norton. Bailey negou de imediato, abrindo espaço nos boatos para Aaron Eckhart. Em fevereiro de 2007, Aaron foi confirmado e disse que os Nolan escreveram um roteiro "incendiante". Norton, meses depois, foi anunciado como Bruce Banner no novo filme do Hulk.

Durante as filmagens em Londres, foi rodada um a cena de explosão na Battersea Power Station. Tamanho foi o estrondo da explosão que as pessoas que estavam nos arredores acharam que se tratava de atentado terrorista.

Durante as filmagens de Hong Kong, a equipe teve alguns problemas, como prédios comerciais que se recusaram a deixar as luzes acesas durante a madrugada, pedido feito pelo estúdio, e o cancelamento de uma cena em que Batman pularia dentro do mar nas proximidades do porto da cidade. Especulou-se que isso ocorreu devido a poluição da água, mas Nolan disse que havia sido um corte no roteiro. O episódio foi abordado numa charge de um jornal local onde o Coringa pergunta a Batman se ele não sabe que água de lá é poluída.

Nestor Carbonnel, que faz o prefeito de Gotham nesse filme, interpretou o personagem Bat-Manuel, paródia de Batman no seriado live action de "The Tick".

É a segunda vez que Batman e Indiana Jones estréiam filmes no mesmo ano. E mais: nas duas vezes, o vilão principal do filme do Homem Morcego é o Coringa. Anteriormente, o ano de lançamento dos filmes foi 1989, ano de estréia de "Batman" e "Indiana Jones e a Última Cruzada".

A segunda edição do jornal fictício "The Gotham Times" tem duas referências a personagens do universo do Batman que não estão no filme. Na seção de carta dos leitores, uma das correspondências é assinada por Edward Nashton, um dos nomes utilizados pelo vilão Charada. Na terceira página, há um anúncio da casa noturna Iceberg Lounge, que, nos quadrinhos, pertence ao Pinguim.

No projeto do diretor Darren Aronofsky para adaptar Batman: Ano Um, Aaron Eckhart interpretaria James Gordon.

Segundo o próprio diretor Christopher Nolan, é o seu primeiro filme com narrativa linear.

A maquiagem do Coringa é feita por três máscaras de silicone, que levavam uma hora para serem colocadas no rosto de Heath Ledger. Ele dizia que era como se não estivesse utilizando nada.

Depois de assistir ao filme, David Goyer, autor da história ao lado de Nolan, exclamou: "não acredito que o meu nome está em um filme como esse".

Nos EUA, a venda antecipada de ingressos começou cerca de 1 mês antes da estréia do filme, sendo que as sessões de meia-noite do dia 18 se esgotaram rapidamente. A procura foi tanta que obrigou as redes de cinema a criarem sessões às 3 da manhã e, posteriormente, 6 da manhã.

Batman - O Cavaleiro das Trevas vendeu 8 vezes mais ingressos a 20 dias da estréia que Homem Aranha 3, um dos filmes mais esperados de 2007.
Related Posts with Thumbnails