terça-feira, 15 de julho de 2008

Especial Batman - O Cavaleiro das Trevas (parte 5): O Marketing Viral - O Coringa alopra a Internet


Em geral, a publicidade de um filme é feita através da divulgação gradual de material promocional da película, como imagens, pôsteres e trailers. Porém, com Batman - O Cavaleiro das Trevas a divulgação foi feita de maneira completamente diferente.

Iniciada mais de um ano antes da estréia do filme, a publicidade da produção começou na internet em maio de 2007, com o site "I believe in Harvey Dent", destinado à promoção da candidatura do personagem Harvey Dent para a promotoria pública de Gotham City. Para os mais interados com os quadrinhos, o nome do site parece uma referência a minissérie "O Longo Dia das Bruxas", de Jeph Loeb e Tim Sale.




O começo: a primeira imagem de Aaron Eckhart como Harvey Dent e a versão "coringada".

Apesar desse começo, o foco do marketing à princípio não foi no futuro Duas Caras. Cerca de dois dias depois, entrava no ar o site "I Believe in Harvey Dent too". Com letras aparentemente escritas com sangue e com a imagem de Harvey Dent com a boca rabiscada de vermelho e os olhos de preto, o site foi responsável pela primeira aparição do Coringa no marketing do filme. Aos poucos, a imagem de Harvey Dent foi dando lugar a primeira imagem de Heath Ledger como o Coringa. Em seguida, a foto deu lugar a uma frase perdida entre diversas risadas: "See you in december", anúncio da data em que o primeiro trailer foi divulgado.


A primeira imagem de Heath Ledger como Coringa também foi a primeira recompensa do início do marketing viral

Mas não só da rede mundial de computadores viveu a publicidade do filme. Apesar de não apresentar um painel na Comic-Con de San Diego de 2007, o marketing do filme esteve no evento. No site "Why so Serious", o Coringa convocou "palhaços" para trabalharem para ele. Os interessados deveriam comparecer no local do evento. Lá, as pessoas foram maquiadas e deviam procurar pistas para um quiz que estava no site. O resultado foi a divulgação do teaser trailer. Nos meses seguintes, o marketing voltou a ter eventos fora da rede mundial de computadores. Entre eles, estão grupos de pessoas que tiravam fotos caracterizadas como o Coringa em locais públicos e as que percorreram cidades dos Estados Unidos em busca de letras para a formação de uma frase. Algumas pessoas que participaram da parte pública do marketing receberam alguns presentes como kits de maquiagem, cartas coringas e até celulares.

Os eventos não se restringiram somente aos EUA. Por duas vezes, o marketing viral de Batman - O Cavaleiro das Trevas esteve presente em outros países, entre eles, o Brasil. Na primeira vez, o Palhaço do Crime pediu para que fossem buscados pacotes em determinados locais. No Brasil, isso ocorreu na cidade de São Paulo, onde dois pacotes com uma bola de boliche e um telefone celular foram deixados em dois shoppings.


imagem de um dos dois pacotes de São Paulo encontrado pelo Omelete

Posteriormente, o Coringa convocou centenas de pessoas para estarem no MASP para decifrarem um enigma. O Brasil foi o último país a decifrar os enigmas, já que era o único que não tem o inglês como língua oficial, o que dificultou a compreensão de determinadas expressões. A recompensa dos presentes foi assistir o segundo trailer da película e, claro, cartas coringa. Os presentes lotaram duas salas para a exibição do vídeo, além de terem sido os únicos a filmarem a sessão em todo mundo e colocarem na internet de imediato, já que a prévia só seria divulgada oficialmente cerca de uma semana depois. Em cada uma das cidades em que houve a exibição prévia do trailer, foi deixada uma versão feita pelo Coringa do mesmo, com rabiscos que formavam sorrisos, risadas e um sabre de luz na mão do personagem em determinado momento.

Na reta final do marketing, o Whysoserious exibiu uma lista com todos os outros sites virais e eventos já realizados, devidamente referidos por frases contidas numa lista. O último ítem da lista, "deixar uma grande marca", foi realizado ao final de uma contagem regressiva que durou cerca de 4 dias. Ao final dessa contagem, todos os outros sites relacionados ao filme, inclusive o oficial, tiveram o seu conteúdo "coringado". Além disso, após montar uma frase montada por letras espalhadas nesses sites, uma outra divisão do Whysoserious distribuiu ingressos para o filme em sessões de pré-estréia no território americano.

Dessa forma, as características do principal antagonista do longa foram mostradas, iniciando a criação de um universo em torno do filme antes mesmo de chegar as telonas. Outra inovação é a interatividade do processo, já que os fãs se tornaram os responsáveis pela divulgação de parte do material promocional do filme.
Related Posts with Thumbnails