sexta-feira, 11 de julho de 2008

Especial Batman - O Cavaleiro das Trevas (parte 3): Duas Caras e Coringa



Duas Caras:
Duas Caras foi criado por Bob Kane e Bill Finger e teve sua primeira aparição na revista Detective Comics #66, em agosto de 1942. Kane disse que se inspirou no filme "Dr. Jekyll and Mr. Hyde", concebendo a idéia de um vilão com dupla personalidade.

Nas versões das Hqs, o personagem surge quando o promotor público Harvey Dent, aliado de Batman contra o crime, que tem metade do seu rosto desfigurado criminalmente. Duas Caras define o destino de suas vítimas através de uma moeda com duas faces iguais, sendo uma delas riscada. Cada lado da moeda corresponde a uma opção. O personagem é obcecado pelo número 2. Esse artifício está presente no filme "Scarface", de 1932.

As versões:

No seriado da década de 60, o personagem não foi abordado por ser considerado forte demais.

No filme Batman, de 1989, Harvey Dent aparece, já como promotor de Gotham City, interpretado por Billy Dee Williams. Dizem que o ator só aceitou o papel pela possibilidade de interpretar o vilão, o que não aconteceu.


Billy Dee Williams

No desenho Batman TAS, a origem do personagem foi contada em um episódio dividido em duas partes. No desenho, Harvey Dent concorre a promotoria pública de Gotham e está noivo, porém, tem problemas psicológicos: uma segunda personalidade que vem à tona quando se irrita. Ele se trata com uma psicóloga e é descoberto por uma quadrilha, que ameaça utilizar esse dado contra Dent na eleição. A deformação da face nessa versão não é com ácido, e sim durante a explosão de uma fábrica.


Duas Caras em Batman: TAS

Dizem que os idealizadores do desenho pretendiam dar ao Duas Caras uma origem semelhante a do Coringa, como na Piada Mortal. O lado deformado no desenho é azulado, com verrugas e o cabelo descolorido. O vilão é um gagnster, sem nenhuma relação com o seu passado em defesa da justiça.


Em 1995, Duas Caras ganhou a sua primeira versão cinematográfica. Tommy Lee Jones encarnou o personagem no filme "Batman Eternamente". Esse foi o único vilão do Batman a ter a sua origem contada exatamente como nos quadrinhos nos filmes de Tim Burton/Joel Schumacher. Numa cena rápida, um noticiário informa que Duas Caras era o promotor público Harvey Dent, desfigurado por Salvatore Maroni com ácido, durante o julgamento do mafioso.

Tommy Lee Jones
Lee Jones tornou o personagem uma versão do Coringa de Jack Nicholson, no filme de 1989. Assim como em Batman TAS, Duas Caras é um gangster.

Nas hqs mais recentes, a minissérie "O Longo Dia das Bruxas", de Jeph Loeb e Tim Sale, é a que aborda melhor a transformação de Dent em Duas Caras. Enquanto tenta descobrir quem é o misterioso assassino que age em Gotham, junto com Batman e Gordon, Dent demostra que pode tomar atitudes drásticas em nome da justiça, mesmo que elas não sejam as mais corretas. A desfiguração, causada também por Maroni, é simplesmente o estopim para as suas atitudes.


Duas Caras por Tim Sale

Algumas vezes, como na edição anual da hq Batman, de 1989, a metade desfigurada do rosto de Dent é refeita. Porém, nesses eventos, ele mesmo torna a desfigurar o rosto.

Coringa:

O Coringa foi criado por Bob Kane e Bill Finger, a partir de uma sugestão feita por Jerry Robinson, um dos consultores de Batman - O Cavaleiro das Trevas. O personagem foi baseado numa foto de Conrad Veidt, no filme "O Homem que Ri". A primeira aparição do personagem foi em Batman #1, de 1940, da qual eu já comentei um pouco aqui. Com os cabelos verdes, vestimenta roxa, pele branca e um largo sorriso, o personagem é certamente um dos vilões mais conhecidos do mundo.


Conrad Veidt

Versões:

No seriado da década de 60 e no filme Batman, de 66, o personagem foi interpretado por Cesar Romero. Alguns consideram até hoje essa a melhor versão do Coringa. Uma curiosidade: Romero tinha um enorme bigode, do qual não se desfazia de jeito nenhum. Ele ficava escondido por debaixo de toda a maquiagem utilizada pelo ator.


Cesar Romero

Hoje em dia, a versão de Romero voltou a toda com "Bátima: Feira da Fruta", versão redublada de um episódio do seriado que pode ser vista na internet.

Em 1989, em Batman, Jack Nicholson interpretou o Palhaço do Crime, numa versão que desfilava a céu aberto por Gotham City, ao som de Prince. No longa, o Coringa surge quando Jack Napier cai em um tonel de produtos químicos enquanto foge de Batman. Além disso, nessa versão, o personagem é responsável pela morte dos pais de Bruce Wayne.


Jack Nicholson

O desempenho de Nicholson agradou muito os críticos na época. Diz a lenda que, por esse filme, o ator recebeu cerca de 60 milhões de dólares por conta de um contrato que previa além do cachê, uma porcentagem do valor total da bilheteria.

No início da década de 90, Coringa ganhou uma nova versão em Batman: The Animated Series. Ligeiramente inspirado no Coringa de Jack Nicholson, a versão animada do personagem foi dublada por Mark Hammil (o Luke Skywalker da franquia "Star Wars"). No filme da série animada, "Batman - A Máscara do Fantasma", Coringa era membro de uma gang antes de se tornar o Palhaço do Crime, porém, a causa dessa mudança não é contada na história.


Coringa de Batman:TAS

Hammil voltou a dublar o persongem em "Liga da Justiça" e no filme "Batman do Futuro - O Retorno do Coringa"

No fanfilm "Batman: Dead End", o personagem ganhou uma abordagem mais sinistra, que agradou a muitos fãs das hqs.


Nos anos 2000, o desenho "The Batman" trouxe uma nova versão do personagem.


Nas hqs, o persongem já ganhou versões, digamos assim, nada risíveis. Em Asilo Arkham, de Grant Morrison, Batman vai ao Arkham durante uma rebelião dos internos, liderada pelo Coringa. O visual do personagem parece ter saído de uma alucinação digna de um paciente do Asilo:


Em A Piada Mortal, de Alan Moore, o personagem tem o que é considerado por muitos a sua história de origem. Poucas vezes um vilão ganhou uma abordagem tão diferenciada quanto essa. Veja mais detalhes aqui.


A versão de Heath Ledger para o personagem promete ser a mais anárquica, séria, sádica e psicótica.
Related Posts with Thumbnails